terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Perspectivas 2009

  A revista ISTO É na última edição de 2008, traz a edição especial "PESPECTIVAS 2009 – A Era do bem-estar".

 Incrível, mas exatamente o que falamos nas reuniões de oportunidades Herbalife.
 Já vejo os comentários: esta revista é tendenciosa . . ..
Um grande presente de Natal à todos Distribuidores Independentes Herbalife.

  

Especial Perspectiva 2009
A era do bem-estar
Nos próximos anos, o cotidiano será marcado por atitudes e serviços que proporcionarão o equilíbrio entre o corpo e a mente

Cilene Pereira

PROFISSÃO DO FUTURO Elaine está inscrita no primeiro curso de pós-graduação em bem-estar do País

No final da década passada, você provavelmente se deparou com várias reportagens anunciando o século XXI como a era do bem-estar individual. Então, agora que vai começar o décimo ano do novo milênio, muita gente ainda pode se perguntar: Cadê essa revolução? Pois saiba que nos próximos cinco anos será impossível escapar dela. Mas ela não chegou como uma revolução, e sim de forma tão suave quanto definitiva. Para mergulhar neste novo mundo é preciso se desfazer dos preconceitos - a mudança nada tem a ver com algo místico ou impossível de ser atingido por quem não é um monge tibetano ou um guru indiano. Trata-se de uma construção que depende de atitudes simples a serem adotadas dentro da sua rotina e cujo objetivo é o alcance de uma boa saúde, uma mente equilibrada e a satisfação com a aparência do próprio corpo.





--
Eduardo Sidegum
http://www.50k.com.br

sábado, 27 de dezembro de 2008

Obesidade infantil

Obesidade infantil 'se define antes dos cinco anos', diz estudo
 
A obesidade infantil pode estar determinada antes dos cinco anos de idade, de acordo com um estudo britânico publicado na revista Pediatrics, que acompanhou 233 crianças do nascimento à puberdade na Grã-Bretanha.

Em comparação com as crianças nos anos 80, as de hoje são mais gordas e a maior parte do excesso de peso é adquirida antes de elas completarem cinco anos de idade, de acordo com os cientistas.

Os autores do estudo acreditam que a dieta das crianças seria uma principias causas e sugerem que a prevenção à obesidade comece antes de as crianças entrarem na escola.

Uma em cada quatro crianças de até cinco anos é obesa na Inglaterra, segundos os últimos dados.

Doença de nosso tempo. . .

Veja mais em : http://www.bbc.co.uk/portuguese/reporterbbc/story/2008/12/081217_obesidadeinfantiluk_ba.shtml

--
Eduardo Sidegum
http://www.50k.com.br

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

10 dicas para um bom negócio


Texto extraído de
Vendas diretas faturam R$ 12 bi
O Povo – Fortaleza CE, Economia, 31 e 32
fonte: http://www.abevd.org.br/htdocs/index.php?secao=noticias&noticia_id=1076

10 dicas para um bom negócio
 
·         Procure fazer uma poupança antes de iniciar sua fonte de renda extra. Os economistas aconselham guardar pelo menos 10% do salário durante alguns meses para dar mais viabilidade ao negócio.
 
·         Procure fazer uma poupança antes de iniciar sua fonte de renda extra. Os economistas aconselham guardar pelo menos 10% do salário durante alguns meses para dar mais viabilidade ao negócio.
 
·         Para ter sucesso no mercado, seus produtos precisarão ter uma boa qualidade. Quem quiser trabalhar com artesanato ou culinária deve fazer cursos de capacitação antes de ingressar na atividade.
 
·         Avalie se há mercado consumidor para o seu produto e quais são as melhores chances de remuneração. Na parte de artesanato, por exemplo, boas opções são o biscuit, pintura em madeira e os scrapbooking (álbuns decorados).
 
·         Procure ficar atento às novidades e tendências do mercado para ganhar novos clientes e fidelizar os antigos.
 
·         Quem for trabalhar com vendas diretas tipo Natura, Avon e Herbalife deve avaliar a margem de lucro possível na comercialização dos produtos e o investimento inicial para ingressar no negócio.
 
·         marketing pessoal é importante. Procure cuidar da aparência, principalmente se for vender de porta em porta. Tenha cartões de visita e mostruários dos seus produtos para deixar com os clientes.
 
·         Tente facilitar o pagamento para os clientes de confiança, parcelando a compra, mas cuidado para não ficar sem capital de giro ou levar calotes.
 
·         Se associar a amigos e familiares pode garantir uma produção maior e elevar os ganhos.
 
·         Na venda direta, é essencial ter uma boa rede de relacionamento para alavancar os negócios no início. Lembre-se que parentes, amigos e colegas de trabalho são consumidores em potencial.


--
Eduardo Sidegum
http://www.50k.com.br

Comércio porta-a-porta cresce

Comércio porta-a-porta cresce e fatura, até setembro, R$ 8,6 bilhões
Daniela D'Ambrosio
Valor Econômico – SP, Empresas, B-6

O comércio porta-a-porta - tido como um dos poucos segmentos que não apenas resiste a crises como chega a se beneficiar delas - continua em alta no país. Na contramão dos últimos índices macroeconômicos, que apontam desaceleração, o setor registrou um crescimento de 18% no volume de vendas no terceiro trimestre de 2005 depois de fechar o primeiro semestre com uma alta de 22%.  No ano, até setembro, as vendas pelo canal direto somaram R$ 8,6 bilhões, 19,4% acima dos R$ 7,2 bilhões faturados no mesmo período do ano passado, segundo dados da Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas (ABEVD). 

mais em http://www.abevd.org.br

--
Eduardo Sidegum
http://www.50k.com.br

De porta em porta, vendedores reforçam a renda da família

Milena Murta
A Gazeta – Vitória, Economia, 15

É cada vez maior o número de pessoas que decidem ganhar uma renda extra no mercado de vendas diretas, aquelas de porta em porta ou através de revistas. De acordo com a Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas (ABEVD), o canal de vendas fechou o ano de 2007 com 1,879 milhão de revendedores ativos, um número 17,8% maior que o registrado em 2006. O principal motivo para o crescimento, segundo o vice-presidente da ABEVD, Ismael Ferreira Filho, é a entrada de novas empresas que decidiram investir no setor. "Antes, a venda direta era concentrada em cosméticos. Hoje, produtos de utilidades domésticas e até complementos vitamínicos já fazem parte do nosso leque de opções", disse ele.

veja mais em http://www.abevd.org.br

--
Eduardo Sidegum
http://www.50k.com.br

OS QUATRO SEGREDOS PARA O SUCESSO PROFISSIONAL

Em Os Segredos dos Campeões, o psiquiatra Roberto Shinyashiki ensina, passo-a-passo, como se tornar um vencedor e obter uma carreira de sucesso

 

Para a maioria das pessoas, vencer na vida costuma estar associado apenas à visão de uma conquista ou momento de glória. Porém, pode-se dizer que a vitória é conseqüência de um conjunto de ações cuidadosamente orquestradas, que permite ao profissional transformar os seus esforços em resultados. No livro Os Segredos dos Campeões, que chega às livrarias de todo o Brasil pela Editora Gente, o psiquiatra Roberto Shinyashiki mostra que objetivo bem definido, estratégia clara, trabalho consistente e competência superior são elementos essenciais para quem almeja ser um vencedor, tanto na vida pessoal quanto na profissional.

 

Na visão do autor, ter um objetivo bem definido é saber focar, ser insistente e persistente. A estratégia clara trata-se de definir uma tática para transformar sua meta em resultados. Não basta agir por impulso ou desanimar quando os resultados não são convincentes. É preciso ter a noção do ritmo de suas realizações e não ficar dando voltas sem rumo, pois não tardará para que surjam problemas durante essa jornada. O trabalho consistente é atuar com alegria e comprometimento. Ter prazer em acordar e ir para a empresa, pois trabalhar é realizar sua missão de vida. Na competência superior, Shinyashiki defende que, para realizar suas metas de vida, o vencedor tem de ser capaz de entregar os resultados e, principalmente, ter a capacidade de realizar seus projetos profissionais.


mais em http://www.shinyashiki.com.br


veja também http://www.50k.com.br

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Não tente se iludir

Por José Luiz Tejon

Não tente se iludir, pois quando tentamos viver iludidos, a realidade corrói a felicidade. Para ser felizes, temos de assumir o mundo real.
 
Há duas maneiras de lidar com a realidade: beijá-la ou negá-la. Infelizmente, a maioria das pessoas escolhe a última alternativa. Elas negam sua realidade porque não gostam dela. Tentam escondê-la dos outros e de si mesmas. No entanto, a realidade é aquilo que existe. É o que você tem. É o que você é.

A realidade do cego é não poder ver. A do médico são seus doentes. A da mulher grávida, o filho que se mexe em seu ventre. A do trabalhador, o despertador que toca às cinco da manhã, a lotação, o cartão de ponto, a marmita, o salário no fim do mês.

Há filhos que negam a realidade dos pais. Escondem o pai, não apresentam a mãe aos amigos. Talvez porque eles sejam humildes demais ou não correspondam a uma idéia fantasiosa de como deveriam ser. Talvez porque esses filhos considerem os pais dos outros mais valorosos e não se orgulhem dos próprios. Talvez porque o pai tenha alguma doença, a mãe, alguma deficiência e, ambos, um trabalho sem status.

Há pais que não aceitam a realidade dos filhos. Criam seus rebentos como se pudessem mantê-los num casulo e não os preparam para o mundo. Vários pais de crianças excepcionais ou com algum tipo de condição especial agem assim. Tentam proteger os filhos evitando que tenham contato com outras crianças. Está comprovado que o melhor para as crianças especiais é a inclusão social, a começar pela escola, mas esses pais insistem em manter os filhos no casulo. No reverso da moeda, há pais que também não gostam que os filhos convivam com crianças diferentes por acreditar que isso poderia atrasar o desenvolvimento deles.

Existem pessoas que negam suas origens. Têm vergonha do lugar onde nasceram e cresceram, de sua cidade ou de seu país. Já outras crêem que o único lugar digno do mundo é aquele em que nasceram. Não querem sair de lá, negam aos filhos uma oportunidade em outro lugar. Vivem como fantasmas. Não tomar conhecimento da realidade também é uma forma de negá-la.

As pessoas não aceitam sua realidade e se iludem. Sobre suas ilusões, constroem sonhos de felicidade. Mas esses sonhos nunca vão se realizar, simplesmente porque estão baseados em ilusões.

E você? Será que não está negando sua realidade e se iludindo também?
Não tente se iludir, pois quando tentamos viver iludidos, a realidade corrói a felicidade. Para ser felizes, temos de assumir a dualidade do mundo real, aceitar nossas imperfeições e entender que a Terra não é paraíso nem inferno, mas um pouco de cada. Quanto antes aprendermos a lidar com isso, melhor.

José Luiz Tejon Megido é autor dos livros O Vôo do Cisne, O Beijo na Realidade e Liderança para Fazer Acontecer, pela Editora Gente. Professor de MBA de marketing e vendas da ESPM e mestre em educação, artes e história da cultura (www.tejon.com.br)

--
Eduardo Sidegum
http://www.50k.com.br

terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Como Posso me registrar na Herbalife

Para o cadastro de pessoas interessadas em distribuir os produtos HERBALIFE e consumidores que querem apenas os descontos progressivos na aquisição dos produtos.

Para quem deseja ser um distribuidor é uma ótima oportunidade de ter uma renda extra sem comprometer sua atividade atual ou dedicar-se integralmente a ela.

Para quem quer ser apenas consumidor, o cadastro proporciona economia, comodidade e a certeza na escolha dos melhores produtos para controle de peso e cuidados pessoais.

Além de adquirir os produtos diretamente na HERBALIFE com preços reduzidos, você tem a facilidade e segurança no pagamento com o PagSeguro.

Para se cadastrar basta adquirir o kit de cadastro.
Não deixe para depois!

Mas como fazer? Entre em contato agora.
faça sua aquisição e receba tudo no seu endereço !

Pague como melhor lhe convier: cartão, transferência, boleto, etc. . .